Estamos no centro da Zona de Couros, Património Mundial

Publicado por Joaquim Forte

Informação de | Tags : , , , , ,

O edifício que alberga o Curtir Ciência – Antiga Fábrica de Curtumes Âncora e a dinâmica que o Ciência Viva imprimiu nesta zona também contribuíram para esta decisão da UNESCO.

A decisão que inscreve a Zona de Couros na lista de sítios classificados como Património Cultural da Humanidade pela UNESCO, foi tomada esta terça-feira, em Riade, na Arábia Saudita, durante a 45ª Sessão do Comité do Património Mundial.

A Zona de Couros passou de quarteirão fabril semi-abandonado a uma área de intensa vitalidade por força dos serviços que aqui foram instalados pelo Município de Guimarães. Um deles é o Curtir Ciência, na Antiga Fábrica de Curtumes Âncora. É também nesta área que estão instalados o Instituto de Design, o Centro Avançado de Formação Pós-Graduada e o Teatro Jordão e Garagem Avenida que acolhem as licenciaturas em Teatro, Artes Visuais e Design do Produto e o mestrado em Design do Produto e Serviços da Universidade do Minho.

 A presente inscrição por parte da UNESCO teve por base uma nova candidatura apresentada pelo Município de Guimarães, alargando à Zona de Couros a classificação atribuída, em 2001, ao Centro Histórico. Guimarães passa a ter não os 19,4 hectares até agora classificados como Património Cultural da Humanidade, mas sim 38,4 hectares, com a junção da Zona de Couros.


btt