Dr. Sérgio Silva

Diretor Executivo

O Centro Ciência Viva de Guimarães

A Equipa

Certamente o dia 17 de dezembro será um dia de referência para Guimarães e para todos nós que amamos a ciência e o conhecimento, como promotor do bem-estar e do desenvolvimento económico e social. Com efeito, com a inauguração do Centro Ciência Viva de Guimarães (CCVG), na antiga Fábrica de Curtumes Âncora, a sociedade vimaranense e a comunidade escolar em particular ganham não só uma mais-valia científica, como também passarão a usufruir de um espaço inovador que conciliará a recuperação de um antigo edifício do passado industrial recente, ligado aos curtumes, com o presente e o futuro próximo, embalando assim paulatinamente um novo berço de devir histórico, que não esquecendo o pretérito se ancorará para além dos tempos.

Nesta parceria estratégica da Câmara Municipal de Guimarães, Universidade do Minho e Agência Nacional para a Cultura Científica – Ciência Viva, pretende-se não só devolver à cidade um espaço recuperado, mas também render a devida homenagem à mãe ciência, que pela sua persistente e determinada investigação consegue vencer as barreiras da ignorância.

Como disse Padre António Vieira:  “A admiração é filha da ignorância, porque ninguém se admira senão das coisas que ignora, principalmente se são grandes; e mãe da ciência, porque admirados os homens das coisas que ignoram, inquirem e investigam as causas delas até as alcançar, e isto é o que se chama ciência.”

Em súmula, pretende-se neste novo espaço do CCVG não só contribuir para a promoção científica e tecnológica, visando a sua divulgação junto da população e particularmente junto da comunidade escolar, como também promover o ensino experimental das ciências, revelando os seus métodos e descobertas e a forma como esta se materializa no nosso quotidiano.

“Pretendemos acima de tudo mostrar novas criações e novos berços. ”

Eng. Paulo Pereira

Coordenador Técnico

Tendo como principal objetivo a promoção e divulgação da Ciência por todo o grande publico, é também um importante compromisso do Centro Ciência Viva de Guimarães, a promoção de diversas atividades lúdicas e didáticas junto da comunidade educativa, do Município, das empresas e de outras instituições científicas regionais e nacionais.

A exposição permanente do Ciência Viva de Guimarães, composta por 18 experiências de sete áreas completamente distintas do conhecimento, permite ao visitante perceber como se propaga o som em diversos meios, aprender a programar um robô, ver uma linha de reciclagem ou ter contacto com novíssimas realidades virtuais, entre outras experiências.

Jorge Nunes

Administrativo

Maria do Carmo Carvalho

Administrativa

Joaquim Forte

Coordenador de Imprensa

Cláudia Ferreira

Monitora

Daniel Ferreira

Monitor

Dionísio Gomes

Monitor

Francisca Silva

Monitora

José Pires

Monitor

Ana Mota

Monitora

Nelson Ribeiro

Estagiário - Manutenção Sistemas Informáticos

btt