Química em todo o lado. Esta exposição mostra como

Publicado por Joaquim Forte

Informação de | Tags : , , ,

A Química está em todo o lado. Durante o mês de fevereiro, o Curtir Ciência exibe ao público mais uma exposição em parceria com a Escola de Ciências da UMinho – Núcleo de Química. Entrada gratuita.

Podemos afirmar que a Química está em todo o lado. Da celulose até à ponta dos cabelos. Está nas baterias de uso quotidiano (nos telemóveis, nos carros) e na seda, no vidro e até na arte. Esta omnipresença é a base da nova exposição patente no Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães.

“Chemistry EveryWhere” explora temas atuais relacionados com os projetos de investigação realizados no Centro de Química da Escola de Ciências da UMinho. Esta mostra pretende sensibilizar a comunidade escolar e o público para a importância da Química enquanto ciência que contribui para a sustentabilidade do planeta.

Para muitos estudantes, a Química, a par da matemática, começa por ser um “bicho-de-sete-cabeças”. Mas o conhecimento mais aprofundado desta ciência abre caminho a uma outra percepção. Um exemplo: as obras de arte são, normalmente, apreciadas segundo um critério estético. Mas como é que os artistas conseguiram um determinado efeito ou que materiais usaram? A Química ajuda a responder.

Esta exposição resulta de uma parceria entre a Escola de Ciências da UMinho e o Centro Ciência Viva de Guimarães – Curtir Ciência. O espaço já possui uma exposição permanente, mas este ano decidiu apostar em mostras temáticas. “A ECUM está presente na dinâmica regular do CCVG, na sua organização, gestão e reflexão do caminho a seguir”, refere o diretor Júlio Borges.

Para além destas iniciativas, o CCVG, que no ano passado contabilizou mais de 44 mil participantes (7827 visitantes e 37003 participantes nas atividades), pretende continuar a desenvolver os Sábados Mágicos com as Bibliotecas Municipais de Guimarães e Fafe; o Ciência vai à cidade; o Concurso Festival de Curtas de Ciência e Cria o teu Módulo (CCVnE); a Feira de Ciência ( Guimarães); as Conversas Fora da Caixa, o Soletrar C (Ciência, Cultura, Cidadania) e a Escola Ciência Viva.

Esta exposição pode ser visitada durante o mês de fevereiro, com entrada gratuita, durante o horário de funcionamento do Curtir Ciência: de segunda a sexta, das 09:30 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 horas.

Info: 253 510 830

btt